Dia do Professor

(Discurso realizado no dia 11/10/2016).

– Senhor Presidente, Senhoras e Senhores deputados, permitam-me iniciar minha breve manifestação, nesta tribuna, lembrando o fabulista grego Esopo, para quem ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar.

Até porque, Senhor Presidente, como também nos ensinou Cora Coralina, poetisa e contista, considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras, feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.

Lembro Esopo e Coralina, Senhor Presidente, para, como educador, homenagear, no Dia do Professor, a ser comemorado no próximo sábado, 15 de outubro, os profissionais de uma nobre missão, que exige abnegação, dedicação para ser feita com o coração, nos dias cansados, em noites de angústias, nas horas do fardo, de tamanha luta.

thumb-simao-sessim-adverte-a-crise-politica-nao-pode-afetar-a-populacaoDirijo-me, numa deferência especial aos professores do Estado do Rio de Janeiro, principalmente aos que atuam na Baixada Fluminense e, sobretudo no município de Nilópolis, onde também conheci as primeiras letras do abecedário que orientaram o caminho que eu deveria seguir até chegar onde estou, conjugando, hoje, o verbo do reconhecimento e do agradecimento por tudo o que aprendi em sala de aula.

O professor não só alfabetiza como repassa também informações e conhecimentos fundamentais. Atua na motivação para estudos no desenvolvimento de habilidades, transmite valores sociais positivos, provoca a descoberta de novos conhecimentos e a consolidação do saber.

Ainda assim, infelizmente, nossos Mestres de cada dia continuam desvalorizados, aviltados, desrespeitados. Embora seja uma das competências mais admiradas pela sociedade, os profissionais do saber sofrem com baixos salários, precárias condições de trabalho, em alguns casos, ou o trabalho excessivo em outros, além de outros fatores.

O dia dedicado ao Magistério é por isso mesmo também um momento de reflexão sobre a importância que o professor, que o mestre tem na educação, no desenvolvimento e no fortalecimento de cada aluno.

O Dia do Professor foi criado para homenagear todos àqueles que, com seu esforço, empenho e dedicação abraçaram uma missão nobre, porém muito, muito árdua.

O saudoso Paulo Freire, um dos maiores educadores que este País conheceu, dizia que educar é uma especificidade humana; e que a nobreza do Magistério está exatamente na capacidade que o professor tem de transmitir aos mais jovens, aos seus alunos, a beleza e a grandiosidade desta magnífica experiência, que é a própria vida humana.

Alguém já disse também ser o professor a alma da educação e a espinha dorsal da sociedade, que, através do saber adquire equilíbrio, a força e a vitalidade necessárias para fazer desta Nação um país verdadeiramente comprometido com a formação de seus cidadãos, de forma consciente e intelectualmente capaz de construir as bases sólidas que sustentarão os sonhos de novas gerações.

Eu diria mais: que ensinar e aprender são dois verbos movidos pelo desejo e pela paixão.

Por isso mesmo, Senhor Presidente, é que convido governo e sociedade a refletir melhor sobre a causa da educação, de forma a que o amanhã seja bem melhor que hoje, para que aprendamos a lição de casa ao priorizar as metas que devem nortear o sonho de vermos um povo cada vez mais consciente de seu papel na busca de um mundo melhor e mais justos para todos.

Muito obrigado, Senhor Presidente!

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: