Simão Sessim destaca resultados do projeto social Baixada Para Cima

O deputado federal Simão Sessim (PP-RJ) relatou, durante sessão da Câmara dos Deputados, que a Baixada Fluminense apresenta uma preocupante carência e desigualdade na distribuição dos equipamentos de educação, saúde, cultura e lazer, entre outros benefícios.

Isso acontece de acordo com o deputado por causa da incoerência de políticas e ações públicas observadas na maioria das cidades brasileiras devido à falta de preceitos básicos de cidadania, de participação política e fragilidade estrutural da administração pública.

Simão Sessim aproveitou para destacar os resultados positivos alcançados pelo projeto “Baixada Para Cima” – projeto co-financiado pela União Europeia, com coordenação da organização italiana Comitato Internazionale per lo Sviluppo dei Popoli e apoio da ONG brasileira Se Esta Rua Fosse Minha.

O projeto Baixada Para Cima visa a aumentar a inserção e a participação ativa de adolescentes e jovens moradores daquela região nos programas de assistência social dos governos municipal, estadual e federal.

Recrutados nos Centros de Referência em Assistência Sociais, os CRAS, os jovens, entre 17 e 24 anos, recebem capacitação de 40 horas abordando temas sobre Direitos Humanos, Cidadania, Prevenção e Gestão de Riscos em Áreas Vulneráveis e noções sobre o Sistema Único de Assistência Social.

Depois de capacitados, os Jovens Pesquisadores, como são chamados pelo programa, vão às ruas, de pranchetas em punho, batendo de porta em porta, fazendo visitas domiciliares”, explicou Simão Sessim.

Os Jovens Pesquisadores são colocados no programa Baixada Para Frente como protagonistas das ações sociais na própria cidade onde vivem para apurar, de fato, o que há de políticas e equipamentos sociais em suas regiões.

Eles não só multiplicam seus conhecimentos junto às famílias, como também contribuem para a melhoria do acesso das pessoas aos programas sociais básicos”, concluiu o parlamentar.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: