Simão Sessim destaca a 14ª conquista da Beija-Flor no carnaval do Rio

Como cidadão nilopolitano, que sou, não poderia deixar de reverenciar da tribuna desta Casa do Povo a minha querida e amada Escola de Samba Beija-Flor por mais uma brilhante conquista”. Foi desta forma que o deputado Simão Sessim (PP-RJ), iniciou seu pronunciamento na Câmara dos Deputados, que segundo ele o que o país viu na madrugada da terça-feira de Carnaval foi mais um espetáculo de rara beleza encenado por mais de 3 mil componentes num palco aberto ao mundo, para denunciar mazelas sociais que imperam no Brasil.

Foi um protesto, para o mundo ver e aplaudir, contra a corrupção, a violência, a desigualdade social, o racismo e a intolerância de gênero e de religião. Foi, de fato, um cortejo de imagens fortes, sem ostentação do luxo, mas apostando no realismo”, disse Simão Sessim.

O deputado lembrou que já havia dito, semanas antes do Carnaval, que a Beija-Flor mostraria que o povo brasileiro ainda enfrenta nos dias de hoje as mazelas que também corroem a integridade moral e espiritual de uma sociedade onde a desigualdade se alimenta do descaso, formando uma geração dominada pelo caos, vitimada pelo abandono.

A Beija-Flor mostrou com muita sabedoria, de forma nua e crua, que o nosso Frankenstein é a carência do amor escancarada pela ausência de opção ou pela falta de pão, levando irmão a matar irmão; exibiu, sim, retalhos de uma sociedade refém de uma violência cruel que corrói a nossa dignidade e espalha o medo, o terror que nos devora a alma em cenas trágicas que passam diante de nossos olhos como um verdadeiro filho de terror”, destacou.

Simão Sessim concluiu o pronunciamento parabenizando os componentes da escola de samba Beija-Flor, nas pessoas de seu presidente de honra, Anisio Abrahão David; seu presidente administrativo, Ricardo Abraão David; aos mestres de Bateria – Plínio de Morais e Rodney Ferreira; ao casal de mestre-sala e porta-bandeira, Claudinho e Selminha Sorriso e à Comissão de Carnaval formada por Laíla, Cid Carvalho, Bianca Behrends, Victor Santos, Rodrigo Pacheco e Léo Mídia.

O parlamentar também destacou o trabalho do jovem Gabriel David, filho do Anísio, pela sua atuação na condução da escola no desfile, e rendeu homenagens à Rainha da Bateria, Raissa; Marcelo Misailidus e aos compositores Di Menor BF, Kirauzinho, Diego Oliveira, Bakaninha Beija-Flor, JJ Santos, Júlio Assis e Diogo Rosa.c

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: