Simão Sessim critica intenção do governo de privatizar a CEDAE

A notícia que já circula nos bastidores do governo fluminense, dando conta da privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos, a Cedae, recebeu sérias críticas do deputado federal Simão Sessim (PP-RJ).

O deputado usou a tribuna do plenário da Câmara dos Deputados para manifestar a preocupação com essa possível medida.

Estamos falando de uma empresa que produz, possivelmente a maior fonte de vida, sobretudo para os menos assistidos, que é a água nossa de cada dia. O fantasma da privatização, que volta a assombrar a única companhia pública, hoje, no Rio de Janeiro, estaria sendo cogitada como uma infeliz estratégia pela busca desesperada de possível fonte de receita, diante do agravamento da crise financeira”, disse.

O parlamentar destacou que a Cedae está executando neste momento, com ajuda de empréstimos no valor de R$ 3,4 bilhões contraídos junto à Caixa Econômica Federal, as obras do Novo Guandu e do Programa de Abastecimento de Água para a Baixada Fluminense, com o objetivo de universalizar o serviço de abastecimento naquela região.

O deputado solicitará uma audiência Governador, Francisco Dornelles, para manifestar, segundo ele, protesto em defesa, não somente dos cerca de 12 mil funcionários da autarquia, como também de milhões de pessoas que moram em comunidades carentes, a exemplo da Baixada Fluminense, que, em sua grande maioria, recebe água da Cedae como ganho social.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: