Simão Sessim critica corte no orçamento da FAPERJ

O deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), fez um pronunciamento na Câmara dos Deputados para alertar o Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e os membros da Assembleia Legislativa para os riscos que representa o corte pretendido no Orçamento da Fundação Carlos Chagas, para a vida da população.

O governador anunciou um corte que pode reduzir pela metade o orçamento da Fundação para pesquisas. O deputado afirma que sem previsão orçamentária, mais adiante, mesmo que se consiga os recursos necessários para as pesquisas, o governo não terá como utilizá-los.

Não podemos esquecer que testes de centenas de pacientes do Rio de Janeiro aguardam na fila de análises. E que por trás de cada uma das amostras, existem pessoas que sofrem sem nada saber as sobre as reais consequências do ataque devastador do mosquito da dengue”, disse Simão Sessim.

O parlamentar explicou que, se mantida a decisão do Governador, os cientistas da UFRJ interromperão as pesquisas no meio do processo de investigação de suspeita de reincidência de um surto atípico do zika vírus em moradores do Distrito de Olinda, em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

Além de sintomas pouco comuns, os novos casos já identificados em pacientes da cidade suscitam a suspeita de que é possível uma mesma pessoa contrair o vírus duas vezes. De 15 testes feitos em pessoas com sintomas de síndromes febris, no bairro de Olinda, só um deles não deu positivo, fato este, que tem deixado os cientistas da UFRJ estarrecidos”, alertou o deputado.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: