O desemprego é um problema sério, porque adoece

Durante as campanhas eleitorais surgem as pesquisas para indicar os assuntos de mais interesse para os eleitores. A saúde, novamente, no Brasil todo, esteve no primeiro lugar, porque as pessoas vinculam o tema saúde ao atendimento nos hospitais e demais unidades. Como o atendimento é ruim, o tema padece.

Entretanto, os problemas sociais são sempre causas e consequências uns dos outros. Se os hospitais estão lotados, pode ser que o problema seja no saneamento básico, ou na falta de cuidados médicos preventivos para as pessoas com pressão alta, diabetes, desnutrição etc. As tensões do dia de um desempregado pode ser outra causa. A falta de medicamentos, também outra e por aí vai.

thumb-o-desemprego-e-um-problema-serio-porque-adoece-001

Por isso, para melhorar o atendimento, muitas vezes pouco adianta a promessa simples de construir hospitais ou aumentar o número de leitos ou, ainda, esticar o horário de atendimento. É preciso ir mais fundo, para atacar cada problema, para, resolvendo-o, conseguir resolver o principal.

thumb-o-desemprego-e-um-problema-serio-porque-adoece-002

Hoje trato do desemprego, que gera tensões, apreensões e depressões em muita gente, com impacto sobre o sistema de atendimento à saúde. O Brasil está com mais de 12 milhões de pessoas desempregadas. É certo, que por problemas econômicos. Mas, também é certo que em razão do peso que têm as folhas de pagamento das empresas, por causa dos impostos. Cada empregado no Brasil custa dois, para quem o contrata. É preciso rever isso.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: