Correios suspende encomendas em algumas regiões da Baixada Fluminense

Moradores de cidades, como Nilópolis, Nova Iguaçu, Mesquita, Belford Roxo e São João de Meriti estão enfrentando sérios problemas por conta da decisão dos Correios de não mais fazer entrega de encomendas aos destinatários dessas regiões, mesmo com o Código de Rastreamento indicando que o produto está disponível na empresa.

O deputado Simão Sessim (PP-RJ), usou a tribuna do plenário da Câmara dos Deputados para revolta dos moradores da Baixada Fluminenses e o descaso dos Correios com esta situação.

A situação é séria e grave, merece atenção especial do Procon no sentido de fazer valer o direito do consumidor. Até porque o cliente paga religiosamente, e não tão barato, a taxa de frete cobrada pelos Correios, que, por sua vez, não cumpre o contrato estabelecido que é fazer a entrega da mercadoria em domicílio e num determinado prazo”, disse o deputado.

Simão Sessim informou que recebeu inúmeras queixas de pessoas, que para resgatar sua mercadoria, vêm enfrentando diariamente filas quilométricas, perdendo horas a fio nos Centros de Entrega de Encomendas e de Distribuição Domiciliar da empresa, principalmente em Nova Iguaçu, para onde as encomendas de todo o país estão sendo destinadas.

São pessoas que moram em Nilópolis, por exemplo, e que se veem obrigadas e perder dia de trabalho, gastar dinheiro com condução para se deslocar pessoalmente até o Centro de Distribuição da cidade vizinha, inclusive sem a garantia de que conseguirá resgatar o produto que adquiriu e pagou para receber em casa”, disse.

A Empresa dos Correios alega que se tratam de áreas com restrição de entrega por conta da violência, áreas estabelecidas pelo setor de segurança da empresa.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: