Minha cidade

thumb-minha-histpria-beija-florNasci em Nilópolis e cresci ali.

Ela carregava os problemas comuns às cidades da baixada fluminense: muita carência social e falta de oportunidades de estudo e trabalho para os seus jovens. Por profissão, escolhi ser professor e nas salas de aula, percebi que eu poderia ajudar mais a minha cidade se conseguisse torná-la visível para os governos, estadual e federal. Antes, contudo, eu precisaria mostrar que melhorar a vida da população era uma providência possível.

Ingressei na política, eleito prefeito. Depois de cumprir o mandato, a população tem reiterado a sua confiança no meu trabalho com os votos que me mantém na Câmara dos Deputados há dez mandatos consecutivos – 40 anos. Em nenhuma das minhas reeleições para deputado federal, Nilópolis tem me dado menos do que 50% dos votos dos seus eleitores. Por isso, a cidade tem sido a causa maior do meu trabalho.

Fiz acontecer a primeira escola técnica, o primeiro viaduto que uniu os dois lados da cidade. Foram muitas obras de recuperação. Nilópolis se tornava visível e a nossa Escola de Samba, a Beija-Flor, vencera o primeiro campeonato com o samba-enredo, “Sonhar com o Rei dá Leão”.

thumb-minha-histpria-time-futebol

Em 1985, fiz o primeiro discurso na Câmara dos Deputados cobrando do governo federal a destinação de uma área do Gericinó para ser aproveitada para o lazer e educação ambiental da população. Lutei muito até que no governo do meu filho Sérgio Sessim vi o meu desejo e de toda a população realizado.

A minha história com Nilópolis, minha cidade, cidade dos meus filhos e netos, é uma história de paixão.