Deputado Simão Sessim, ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE), Luiz Felipe (Presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis), Paulo Miranda (Presidente da Fecombustíveis) e Mário Melo (Vice-presidente do Sindicato)

Deputado Simão Sessim participa do X Encontro de Revendedores de Derivados do Petróleo da Região Norte do Brasil

Deputado Simão Sessim, ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE), Luiz Felipe (Presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis), Paulo Miranda (Presidente da Fecombustíveis) e Mário Melo (Vice-presidente do Sindicato)

Deputado Simão Sessim, ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE), Luiz Felipe (Presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis), Paulo Miranda (Presidente da Fecombustíveis) e Mário Melo (Vice-presidente do Sindicato)

A elevada carga tributária e a distância para o transporte dos combustíveis torna o preço do produto muito alto na região norte do país. Este foi o principal tema das discussões do X Encontro de Revendedores de Derivados de Petróleo e Lojas de Conveniência do Norte do Brasil. O encontro foi realizado na cidade de Manaus nos dias 1 e 2 de agosto e foi promovido pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Lubrificantes, Álcoois e Gás Natural do Estado do Amazonas – SINDCAM, a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes – FECOMBUSTÍVEIS e os demais Sindicatos do Setor na região.

A abertura do evento contou com a presença de Luiz Felipe Moura Pinto, presidente do Sindcam, Paulo Miranda Soares, presidente da Fecombustíveis, e várias autoridades estaduais e federais como: o ex-ministro Ciro Gomes e o Deputado Federal Simão Sessim, Segundo-secretário da Câmara Federal.

O deputado Simão Sessim destacou que a revenda é o elo final de uma grande cadeia depois da produção e distribuição e o único que se relaciona diretamente com o consumidor. “Esse contato direto quase sempre gera problemas sobre preço e qualidade do produto que não pertencem à revenda”, disse o parlamentar.

Simão Sessim também lembrou que devido à localização a região norte enfrenta outras dificuldades, como o alto custo do transporte, pois o combustível é produzido em outros estados. Para o deputado a alta carga tributária também contribui para elevar o preço do produto na região.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: