Tag archive: Nilópolis

Gestão de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense

Gestão de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense

Gestão de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense

Gestão de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense

O SR. SIMÃO SESSIM (PP-RJ. Sem revisão do orador.) – Sra. Presidente, gostaria de registrar, com muita satisfação, a assinatura de protocolo de intenção pelos Prefeitos Sérgio Sessim, de Nilópolis; Alcides Rolim, de Belford Roxo; Sheila Gama, de Nova Iguaçu; José Camilo Zito, de Duque de Caxias, e Sandro Matos, de São João de Meriti, que forma o Consórcio Público de Gestão de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense, região que tenho a honra de representar nesta Casa.

O encontro, que aconteceu no final de maio no Centro Municipal de Eventos de Nilópolis, vai tirar um grande peso, no que tange ao orçamento anual, das costas das prefeituras e dar um destino seguro a cerca de 3.500 toneladas de resíduos da construção civil na Baixada Fluminense, volume infinitamente superior ao da geração de lixo domiciliar.

Com a criação do Plano de Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense, o que se verifica é que todo o entulho decorrente da construção civil não será mais despejado próximo a córregos, margens de rios, nascentes ou em outros locais impróprios.

Com o consórcio, Sr. Presidente, todo este material poderá ser descartado ou depositado, como queiram, por pequenos geradores, em 107 ecopontos, que serão construídos até 2013, para a captação do entulho, beneficiando cerca de 3 milhões de moradores da região.

Como é do conhecimento público, a medida, que demorou nada mais, nada menos que 21 anos de tramitação no Congresso Nacional, atende à lei que estabeleceu um marco regulatório no tocante ao lixo que pode ser reaproveitado ou reciclado, instituindo, assim, responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, abrangendo fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, serviços públicos de limpeza sólidos.

Com a lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos, sancionada pelo Presidente Lula, em 2010, será possível dar uma destinação final, ambientalmente adequada, aos rejeitos domésticos, industriais, da construção civil, de eletroeletrônicos, de lâmpadas de vapores mercuriais, entre outros resíduos.

Resta-me, portanto, felicitar todos os prefeitos envolvidos e o Governador Sérgio Cabral, que está destinando R$28 milhões do Fundo Estadual de Conservação Ambiental, o FECAM, para que a medida seja coroada de êxito, em defesa do Meio Ambiente, da saúde e da qualidade de vida do povo da Baixada Fluminense.

Muito obrigado, Sr. Presidente.

Cuidado com pessoas com deficiência.

Cuidado com pessoas com deficiência.

Discurso sobre o desempenho da Prefeitura de Nilópolis – Sr. Presidente, quero registrar que na sexta-feira o IBGE divulgou estudo que fez com base no Censo Demográfico de 2010 e no sábado o jornal O Dia publicou o ranking das melhores e das piores cidades do Rio de Janeiro com relação a cobertura de calçada, bueiro, meio-fio, pavimentação, iluminação pública.

Destaca-se nossa cidade, Nilópolis, cujo Prefeito, Sérgio Sessim, é meu filho. De todos os administradores brasileiros, ele é o mais bem sintonizado com a lei que estabelece critérios para a promoção de acessibilidade a portadores de deficiência nos espaços físicos urbanos brasileiros.

Nilópolis foi a cidade que apresentou o melhor índice de cobertura de calçada, meio-fio e bueiro, e o segundo em pavimentação.

Cuidado com pessoas com deficiência.

PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO ORADOR

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, minha presença na tribuna desta Casa é para felicitar o jovem Prefeito de Nilópolis, Sérgio Sessim, por ter se destacado entre todos os administradores brasileiros como o mais bem sintonizado com a lei que estabelece critérios para a promoção de acessibilidade a portadores de deficiência nos espaços físicos urbanos brasileiros.

O IBGE, Sr. Presidente, divulgou na sexta-feira da semana passada pesquisa que mostra que as cidades brasileiras estão mais iluminadas, porém a anos-luz de garantir aos cadeirantes o direito de ir e vir em segurança.

No Rio de Janeiro, Capital fluminense, por exemplo, cidade que será sede da Rio+20, o maior encontro ambiental do Planeta, que acontece agora no mês de junho, somente 8,9% das calçadas possuem rampas de acesso para pessoas com deficiência, segundo o levantamento do IBGE.

O estudo é feito com base no Censo Demográfico de 2010.

Felizmente, Sr. Presidente e nobres Deputados, para nossa grata surpresa, Nilópolis, cidade que represento nesta Casa, é a região com a melhor cobertura de calçadas, meios-fios e bueiros do Estado do Rio de Janeiro, conforme revela a pesquisa.

No ranking das melhores e piores cidades do Rio de Janeiro, divulgado na edição de sábado, dia 26 de maio, Nilópolis lidera a pesquisa com percentual de 99,6% no quesito iluminação pública; de 99,1% de ruas pavimentadas; de 96,6% de ruas com calçadas; de 97,9% de ruas com meio-fio; e de 94,4% de vias com bueiros.

Como bem frisou a Presidente do IBGE, Sra. Wasmália Bivar, esses indicadores são mais urgentes por terem impactos diretos sobre a vulnerabilidade e a saúde da população brasileira.

Como nilopolitano, Sr. Presidente, sinto-me gratificado sobretudo por constatar, diante de uma pesquisa tão importante como a que acaba de ser divulgada pelo IBGE, que a nossa luta está sendo vitoriosa na defesa da dignidade do povo que nos delegou a honra de representá-lo nesta Casa do Povo.

Muito obrigado.

 

Vídeo "Inclusão Social - Pessoas com Deficiências" por ROXELE

Vídeo "Inclusão Social - Pessoas com Deficiências" por ROXELE

Nova estação de tratamento da CEDAE em Sarapuí

Estação de Sarapuí – Simão Sessim agradece.

Nova estação de tratamento da CEDAE em Sarapuí

Nova estação de tratamento da CEDAE em Sarapuí

No dia 27 de outubro, o deputado Simão Sessim compareceu mais uma vez à tribuna da Câmara dos Deputados, desta vez para registrar o início do funcionamento da Estação de Tratamento de Esgoto de Sarapuí, na Baixada Fluminense, no dia 25.

A seguir, o pronunciamento em exato teor. Ele está registrado também no site da Câmara dos Deputados, no espaço destinado ao deputado Simão Sessim. Mas, antes de reproduzir o pronunciamento, é importante registrar as palavras do Governador Sérgio Cabral sobre o mesmo evento:

“É uma alegria muito grande poder oferecer quase 100% de tratamento de esgoto. Já estamos em um nível de 800 litros por segundo e vamos chegar a 1.500 litros de esgoto/segundo. Em menos de cinco anos, nós mais do que duplicamos o tratamento secundário (que retira 98% das impurezas) na Baía de Guanabara. Isso é saúde pública, e uma Baía de Guanabara que respira melhor”.

Pronunciamento do deputado Simão Sessim:

Senhor Presidente, Sras. e Srs. Deputados, a população da minha querida Baixada Fluminense recebeu uma das mais importantes obras de saneamento da região, com a entrada em funcionamento, na terça-feira, da Estação de Tratamento de Esgoto de Sarapuí.

Essa unidade da Nova CEDAE recebeu investimentos de cerca de R$ 200 milhões e já está beneficiando um milhão de moradores em Belford Roxo, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis.

Construído há 12 anos, aquele sistema de esgotamento sanitário nunca havia sido usado por falta de tronco coletor principal. Agora, a moderna unidade, que tem capacidade para tratar cerca de 1.500 litros de esgoto por segundo, contribuirá definitivamente para o processo de despoluição da Baía de Guanabara e para a revitalização do meio ambiente em toda a região.
A Estação já nesta fase inicial de funcionamento e desse modo, Senhor Presidente, cerca de mil litros de esgoto in natura deixarão de ser lançados nos corpos hídricos. Com isso, o Governador Sérgio Cabral também cumpre compromissos assumidos com o Comitê Olímpico Internacional, o COI, para a realização dos Jogos Olímpicos de 2016.
Com a estação de Sarapuí, na cidade de Nilópolis, por exemplo, passa de 0% para 100% o tratamento de esgoto, uma evolução sem precedentes na história da cidade.

Recebam, portanto, o Governador Sérgio Cabral e o Sr. Wagner Victer, presidente da Nova CEDAE, o nosso reconhecimento e o eterno agradecimento da população da Baixada, que aos poucos vai conseguindo melhorar a sua qualidade de vida, resgatando com isso um pouco mais da dignidade tão sonhada.

Muito obrigado, Senhor Presidente.

Inauguração de Unidade de Pronto Atendimento em Nilópolis

Inauguração de Unidade de Pronto Atendimento – UPA no Bairro de Cabuís, Município de Nilópolis, Estado do Rio de Janeiro.

Inauguração de Unidade de Pronto Atendimento em Nilópolis

Sr. Presidente, na próxima sexta-feira, o Ministro Alexandre Padilha e o Governador Sérgio Cabral inauguram no Bairro Cabuís, em Nilópolis, para a felicidade geral do povo da nossa cidade, a primeira Unidade de Pronto Atendimento – UPA naquele Município.

Somente quem conhece o sofrimento do dia a dia do povo da Baixada Fluminense pode entender a importância dessa inauguração.
Não foram poucas as vezes que ocupei esta tribuna para solicitar providências no sentido de amenizar o sofrimento daquela gente que busca socorro médico. Mas, graças a Deus, essa situação de abandono está na iminência de ser resolvida.

Enfim, Sr. Presidente, com a nova unidade médica, ganhamos todos, tanto a população como o próprio Município de Nilópolis, visto que a UPA ajudará a desafogar o Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, beneficiando os moradores de cidades vizinhas, os quais terão outra opção no que diz respeito a atendimento médico.

Como bem disse o Prefeito de Nilópolis, Sérgio Sessim, o próximo dia 5 será um marco na saúde do povo do nosso Município.
Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, é com muita alegria que, retomando os trabalhos nesta Casa do povo após o breve recesso parlamentar de julho, trazemos uma excelente notícia para a população da querida Baixada Fluminense.

Na próxima sexta-feira, o Ministro Alexandre Padilha e o Governador Sérgio Cabral inauguram no Bairro Cabuís, em Nilópolis, para a felicidade geral do povo da nossa cidade, a primeira Unidade de Pronto Atendimento – UPA naquele Município.

Somente quem conhece o sofrimento do dia a dia do povo da Baixada Fluminense, que se vê, não raramente, morrendo à míngua em busca de socorro médico para a dor física e a dor do abandono em que se encontra na maioria das vezes, é capaz de entender a verdadeira importância desse extraordinário benefício que os Governos da Presidente Dilma Rousseff e do Governador Sérgio Cabral estão entregando àquela cidade.

Não foram poucas as vezes, Sr. Presidente, que ocupei esta tribuna, indignado, revoltado, a fim de pedir socorro para aquela gente que já não suporta tanta via crucis em busca de socorro médico. Quantos não morreram à míngua, a caminho de um pronto socorro que estava lotado e distante….

Mas, graças a Deus, essa situação de abandono está com as horas contadas em Nilópolis. A UPA que vai ser inaugurada nesta sexta-feira se engaja à Política Nacional de Urgência e Emergência, que também criou o programa de atenção primária de atendimento médico, constituída ainda pelas unidades básicas de saúde e equipes de Saúde da Família, com apoio do Serviço de Atendimento Móvel às Urgências – SAMU.

Essa rede de atendimento médico, Sr. Presidente, coloca à disposição da população – 24 horas por dia, sete dias por semana – serviços mais próximos de sua residência destinados a resolver grande parte das urgências e emergências, a exemplo dos casos de pressão alta, de fraturas, de derrames e de enfartos, que tanto têm matado o povo brasileiro.

Com a inauguração dessa UPA, o povo de Nilópolis terá atendimento de raios X, eletrocardiografia, pediatria, exames laboratoriais e leitos de observação. Os casos de maior gravidade serão encaminhados. Com isso, será possível solucionar, pelo menos, 97% dos casos na própria unidade.

Enfim, Sr. Presidente, com a nova unidade médica, ganhamos todos, tanto a população como o próprio Município de Nilópolis, visto que a UPA ajudará a desafogar o Hospital Municipal Juscelino Kubitschek, beneficiando os moradores de cidades vizinhas, os quais terão outra opção no que diz respeito a atendimento médico.

Como bem disse o Prefeito de Nilópolis, Sérgio Sessim, o próximo dia 5 será um marco na saúde do povo do nosso Município.

Muito obrigado, Sr. Presidente.

Prefeitura de Nilópolis assina convênios e anuncia mais obras de infra-estrutura

Assinatura do convênio com a Caixa Econômica Federal. Foto: Naldo Mesquita.

A Prefeitura de Nilópolis foi beneficiada por R$ 12.902.100,00 de verbas federais para investir em obras de infra-estrutura na cidade. A assinatura do convênio para liberação dos repasses foi firmada com a Caixa Econômica Federal na manhã da última segunda-feira (07/02), na Prefeitura. Além do prefeito Sergio Sessim, estiveram presentes vereadores, secretários municipais, representantes da Caixa e dos deputados Simão Sessim e Ricardo Abrão, federal e estadual respectivamente.

Os recursos federais irão se somar a contrapartida de R$ 1.259.331,46 que a Prefeitura irá aplicar, totalizando R$ 14.161.431,46. Entre as obras que serão executadas pelo município com recursos da União, estão: Continuidade do projeto de acessibilidade, dando prosseguimento à padronização das calçadas do município; construção de uma escada rolante, ligando a Estação Ferroviária de Nilópolis até a Praça Prefeito Miguel Abrão; Construção de um ginásio e quadras poliesportivas no Parque Municipal Natural do Gericinó, Revitalização de diversas praças e um pacote de obras de pavimentação e drenagem em diversos bairros; Revitalização da sinalização Viária e a construção de um Telecentro no bairro de Olinda.

Os recursos federais foram obtidos através de emenda parlamentar e as obras irão se juntar as diversas que já estão em andamento no município, como o Ginásio Municipal, Concha Acústica, Novo Calçadão da Av. Mirandela, Novo Viaduto, recapeamento asfáltico em diversas ruas e muito mais.
(Fonte: Site da Baixada)

É hora de decisão

A coluna Informe do jornal O DIA, do jornalista Fernando Molica, apresenta resultados do IBOPE, com o deputado Simão Sessim entre os mais votados na eleição do próximo domingo.

Ontem, passei o dia nas ruas de Nilópolis em campanha e às 17 horas, eu segui para Petrópolis.

A estrada estava com pesada neblina, mas como saímos cedo para um encontro que aconteceria às 21 horas, chegamos bem e com tempo para um café e para os cumprimentos iniciais.

Lá estava um grupo de empresários que acredita na política como instrumento de transformação econômica e social. Fiz a tradicional exposição sobre a minha experiência de 32 anos na Câmara dos Deputados; falei sobre o futuro e, no final, pedi o voto de cada um dos presentes.

A repercussão foi ótima. Retornei quando eram quase 23 horas e entrei em casa por volta da uma hora da manhã. Hoje, levantei cedo para ler os jornais e encontrei na coluna do Fernando Molica, no jornal O DIA, uma nota que me deixou feliz, mas me fez compreender que não podemos esmorecer. Estamos a quatro dias da eleição e é preciso lembrar que se a perspectiva de nossa vitória nos anima, estimula também aqueles que disputam conosco o mandato. Eles se ouriçam e podem tentar vencer conquistando votos nossos.

Muito obrigado a todas as pessoas que me ajudaram a chegar até aqui. E, muito obrigado a Deus, pelos livramentos constantes e pela paz que nos tem dado para vencer os desafios.

Diz a nota do Fernando Molica:

Informe do DIA: Problemas à vista para Cabral na Alerj

POR FERNANDO MOLICA

29/09/10

Corrida federal
Entre os federais, os preferidos são Garotinho, Romário, Washington Reis, Jandira Feghali, Leonardo Picciani, SIMÃO SESSIM, Alexandre Cardoso e Glauber.

Mensagem recebida por e-mail

Por meios e mídias diversas, temos recebido mensagens de apoio ao deputado Simão Sessim. Sempre que podemos, publicamos. Pedimos que a Janaína nos cedesse uma foto. Ela preferiu que publicássemos uma foto do viaduto de Nilópolis, obra do tempo do Simão Sessim na prefeitura.

Meu nome é Janaína Freitas Gonçalves. Meus pais moravam em Nilópolis, na Baixada Fluminense, no dia em que eu nasci: 13 de fevereiro de 1979 e, por lá ficamos, até janeiro de 2007, quando eu, com 28 anos, me mudei com eles para o bairro de Laranjeiras, no Rio.

Votei pela primeira vez em 1998. Votei no Garotinho para governador e, por indicação dos meus pais e de alguns amigos, no deputado federal Simão Sessim. Repeti o meu voto no deputado Simão em todas as eleições até a última, em 2006, quando votei na Denise Frossard para governadora, porque me desiludi completamente com o Garotinho.

Morando no Rio, eu transferi o meu título de eleitor para cá, mas sempre tenho notícias de Nilópolis e sou testemunha do trabalho que o Simão Sessim realiza por lá.

No último final de semana, fui a Teresópolis. Estava um frio danado e eu fiquei quase o tempo todo em casa. Sai um pouco no sábado e, na rua principal, vi uma porção de placas de candidatos. Aquilo me deu raiva. Essa turma faz muita sujeira.

Mas, quando entrei numa loja de sapatos que tem perto da entrada do shopping principal, encontrei uma moça que conversava com alguém sobre eleições e pedia o voto para o Simão Sessim: “ele é o candidato do Mário Tricano”, dizia a moça.

Eu entrei na conversa e disse: “olha eu nem sei quem é esse Mário Tricano, mas o Simão Sessim eu conheço. Esse é muito bom sujeito. Eu sou de Nilópolis e posso garantir que se ele é um político maravilhoso. Ele faz uma coisa que nenhum político faz: ele atende o povo na casa dele. O Simão é tão respeitado em Nilópolis, que foi prefeito da cidade há mais de 30 anos e no ano passado elegeu o filho para o lugar.

A moça que defendia o deputado Simão Sessim, virou pra mim e disse: “você sabe que eu devo muito ao Simão e não por conta de algum favor que ele fez diretamente pra mim. Mas, por causa das obras que o Prefeito Tricano fez no meu bairro com os recursos que o Simão conseguiu em Brasília”.

Puxa, gente, eu fiquei feliz e resolvi mandar esse depoimento para vocês. Dê um abraço apertado no deputado, que eu aprendi a chamar em Nilópolis de “tio Simão”.

Beijos.

Depoimento

Sou Luiz Claudio Bezerra Lacerda, professor, casado,  tenho 37 anos e sou nascido e criado em Nilópolis. Diante do atual cenário político de nossa cidade, resolvi contribuir com este texto, que ilustra bem a situação favorável em que se encontra nossa cidade.

“Para quem sabe ler…”

João concorre, com mais 2 candidatos, ao posto de síndico do meu condomínio pela primeira vez. Ele não tem qualquer planejamento concreto e se mostra instável no trato com vizinhos, deixando transparecer, inclusive, certa falta de caráter. João adora intimidar a todos repetindo a gritos o irritante bordão: “É JOÃO NELES !!!”.  Seu único motivo é tentar anular as chances de José manter o posto que tão bem conduz.

José síndico por OITO mandatos consecutivos, íntegro, presenciou a construção de cada casa, cada metro quadrado, e conhece cada morador. Em reuniões de síndicos de condomínios sempre se destaca, visto que todos querem escutar o que tem a dizer em virtude de sua vasta experiência.

Muitas vezes nesses longos anos como síndico, abriu mão de estar com a própria família para atender às necessidades dos que nele confiaram.

Hoje, além de toda a experiência, Seu José conta com a credibilidade de ter chegado à melhor idade sem qualquer mácula em seu currículo. E seus filhos, já crescidos, o ajudam na administração enquanto ele trata de buscar recursos para propiciar aos moradores mais bem-estar.

Fiel a seus princípios, e homem de palavra, José tenta manter-se no posto para o bem comum em sua vizinhança.

Já o terceiro candidato é uma empresa. Em outras palavras, raramente seus agentes veriam os moradores do local. Tudo seria tratado da forma mais fria possível. Muitos moradores sequer chegariam a conhecê-lo.

Com base nas informações acima, quem deve assumir o posto de síndico do condomínio onde moro?