Tag archive: Nilópolis

Ministro da Saúde vai a Nilópolis

Alessandro Calazans, quando prefeito de Nilópolis, demoliu o Hospital JK, uma instituição tradicional da cidade, construído pelo esforço de nossa família com a ajuda da sociedade nilopolitana. Nas campanhas para prefeito, Alessandro Calazans, bateu muita na gente e prometeu, se eleito, dar ao hospital uma estrutura moderna. Mentiu sobre o funcionamento do hospital para poder demolir o prédio.

Continue reading

Comunidade Merece Respeito

Com esse refrão, fizemos a primeira campanha para Prefeito de Nilópolis do meu filho Sérgio Sessim. Vencemos, porque a proposta do Serginho era a melhor e tinha como alicerce no trabalho dele, como Secretário de Obras e do Prefeito Farid Abrão David.

Cumpriu-se o prometido e Nilópolis continuou sendo um exemplo de cidade preocupada com as pessoas e famílias. Manteve-se o respeito à comunidade.

Veio o tempo da reeleição. Saímos com o mesmo lema de respeito pela comunidade e enfrentamos o grupo político liderado pelo candidato Alessandro Calazans, que era deputado estadual e representante da cidade. Ele fizeram uma campanha baixa, difamatória, cheia de mentiras.

Continue reading

Simão Sessim destaca vitória de Farid Abrão em Nilópolis

O Brasil viveu mais um momento histórico para o seu processo de maturidade democrática”. Foi com esta afirmação que o deputado federal Simão Sessim (PP-RJ) destacou a importância das eleições municipais realizadas no último domingo, dia 2 de outubro.

O parlamentar usou a tribuna da Câmara para relatar que mais de 144 milhões de cidadãos, homens e mulheres, espalhados pelos 5.568 municípios, foram às urnas escolher os seus representantes diretos nos Poderes Executivo e Legislativo municipal.

Continue reading

Simão Sessim parabeniza Nilópolis pelo aniversário de 69 anos da cidade

O deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), usou a tribuna da Câmara dos Deputados para saudar o povo da cidade de Nilópolis, que completou no último domingo, dia 21 de agosto, 69 anos de emancipação político-administrativa.

Nilópolis, é o berço que embalou os meus primeiros passos de menino e o alicerce que sustentou minhas fantasias, aventuras e projetos de adolescente. E tudo isso se confunde de tal maneira com as lembranças desta cidade, ao ponto de dar-me a certeza de que não há, no mais íntimo de nós mesmos, presença maior que a do chão em que viemos ao mundo, da Família em que nascemos e do povo a que pertencemos”, ressaltou o parlamentar.

Continue reading

Tereza Raquel, uma estrela de primeira grandeza no céu de Nilópolis

Todas as vezes que eu vi em cena a estrela Tereza Rachel, comentei, com orgulho: “Ela é filha de Nilópolis“, minha cidade. Nilópolis teve a honra de conhecer, antes do resto do mundo, o talento da estrela. Aos 10 anos ela já declamava.

Senti orgulho da minha terra, por exemplo, quando vi o desempenho da Tereza Raquel na novela “Que rei sou eu?“, no papel da rainha Valentine. Durante muito tempo, a risada da rainha e o sotaque francês arranhando o português me fizeram rir, sem perder a mensagem que cada texto dela transmitia para um um país onde a democracia recém nascia.

A nilopolitana Tereza Raquel foi o centro daquela novela que teve, talvez, o mais rico elenco de todas as novelas brasileiras: Antônio Abujamra, Stênio Garcia, Aracy Balabanian, Jorge Dória, Dercy Gonçalves e outras feras. Mas, entre eles, brilhou com intensidade inigualável, a estrela nilopolitana, Tereza Raquel.

Outro grande papel da Tereza Raquel que está ainda presente na minha memória é ela como Princesa Isabel, na minissérie Abolição, da TV Globo. A minha cidade, a cidade de Tereza Raquel deve muito da sua história e do seu progresso aos negros. Por isso, a representação perfeita, emocionada, grandiosa, da Tereza Raquel no momento da assinatura da Lei Áurea, mexeu bastante comigo, um antigo professor das escolas na Baixada Fluminense.

No palco, na TV e no cinema, Tereza Raquel fez a diferença pelo talento, virtude, sabedoria e beleza. Na vida e história do teatro brasileiro, ela deixou uma prova concreta do seu amor pela arte, o Teatro Tereza Raquel, semente que ela plantou, regou, cuidou nos momentos difíceis e viu transformada numa árvore frondosa, que até hoje dá bons frutos.

Lamento a morte da Tereza Raquel, em meu nome e em nome da minha Nilópolis, cidade que eu com muita honra represento aqui nesta Casa há 40 anos. O melhor significado da vida da estrela Tereza Raquel encontrei nas palavras da crítica de teatro Maria Teresa Amaral: “Tereza Raquel é um fenômeno!

Obrigado.

Uma boa notícia para a população da Baixada!

Ontem, a imprensa divulgou o início das obras do Complexo Guandu “2”. Bela notícia, porque traz com ela a informação de ser ampliado o fornecimento de água para a Baixada Fluminense. O primeiro conjunto de obras interligará os reservatórios de Nilópolis do de Éden e à elevatória de São Mateus em Meriti.

O projeto começou a sair do papel no ano passado, no dia da inauguração do Arco Metropolitano, outra conquista importante para a qualidade de vida dos moradores da Baixada Fluminense. Era julho. O Governador Pezão e a Presidente da República assinaram com a Caixa Econômica Federal, um empréstimo para a CEDAE de R$ 3,4 bilhões. Eu estava presente.

Mais de 9 milhões de pessoas terão acesso à água da CEDAE, situação que representará melhora significativa da qualidade da vida delas.

Inaugurada 2ª Companhia Destacada do 20º Batalhão da PM de Nilópolis

O segundo-secretário da Câmara dos Deputados, deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), usou a tribuna, nesta quarta (5), para registrar que os apelos feitos no plenário por ele sobre a violência na Baixada Fluminense estão dando resultado.

O deputado elogiou a iniciativa do Governador, Luiz Fernando Pezão e do Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame que inauguraram, na última segunda feira (3), a 2ª Companhia Destacada do 20º Batalhão da Polícia Militar em Nilópolis.

Continue reading

Aumento da criminalidade em Nilópolis assusta população

O deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), segundo-secretário da Câmara dos Deputados, novamente usou a tribuna do plenário para cobrar do governador do Rio de Janeiro e das autoridades da área de segurança pública, medidas para conter a violência na Baixada Fluminense.

O deputado fez um apelo para que sejam realizadas blitz diárias nos principais acessos de Nilópolis. “A cidade, está sendo invadida cada vez mais por criminosos. Chegam todos, diariamente, armados até os dentes, procedentes de favelas da capital e de municípios vizinhos”.

Os bandidos, segundo Simão Sessim estão atacando a qualquer hora do dia e da noite, sem que se registre nem sequer uma resposta oficial da área de Segurança Pública. “Os índices de homicídios em Nilópolis, estão chegando a um patamar jamais visto na região”, desabafou.

Para mostrar o clima de insegurança em Nilópolis, o deputado lembrou que sábado passado, um grupo de cerca de 50 pessoas que se divertia, à noite, em um bar na esquina da Rua São Mateus, no bairro Nova Cidade, protagonizou cenas de desespero. Os clientes do referido bar foram surpreendidos por homens pilotando motocicletas pela Estrada Rio Branco, todos armados até dos dentes. “A sensação de insegurança que já impera hoje na cidade de Nilópolis, acabou provocando naquele momento pânico geral e correria desenfreada de adultos, jovens, crianças e idosos, todos temendo um possível assalto”.

Simão Sessim disse ainda que a ousadia dos criminosos não tem limites e que virou cena comum, homens percorrendo em motos as ruas da cidade de Nilópolis, Mesquita, Duque de Caxias e Nova Iguaçu, exibindo pistolas nas mãos e fuzis atravessados no peito.

Numa cidade, como Nilópolis, onde as pessoas tinham o hábito de ocupar calçadas, trocando dedo de prosa até altas horas da noite, a sensação de insegurança está, agora, quase que segregando famílias inteiras dentro de casa. Elas passaram a colocar equipamentos de segurança, como câmeras, cercas energizadas, grades e o que mais for possível, na tentativa de buscar proteção à integridade física e patrimonial”, disse.

Sessim relatou que o clima de medo se espalhou pela cidade. De acordo com o deputado, farmácias, bares e padarias passaram a fechar as portas bem mais cedo do que o habitual diante dos boatos quase que diários de que arrastões podem acontece.

Simão Sessim concluiu o pronunciamento no Plenário da Câmara fazendo mais um apelo às autoridades. “Só me resta uma alternativa: acreditar que as autoridades responsáveis pelo aparelho da Segurança Pública do meu Estado vão, de fato, tomar medidas eficazes para frear a onda absurda e inaceitável de violência que tanto atormenta os moradores da Baixada”.