Artigos

Avanço da violência compromete futuro do país

A violência está comprometendo o futuro de nosso país. Isto é uma grande verdade, e gravíssima!”. Foi com estas palavras que o deputado Simão Sessim (PP-RJ), segundo-secretário da mesa diretora da Câmara, reagiu à notícia do avanço na violência no Brasil.

O mapa da violência no Brasil é um estudo realizado desde 1998 pelo sociólogo, Júlio Jacobo Weiselfisz com base em dados do Sistema Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde.

Simão Sessim aproveitou o momento de revolta com os números da violência no Brasil para elogiar a campanha “Jovem Negro Vivo”. Ela foi lançada no domingo pela Anistia Internacional e tem como objetivo mobilizar a sociedade brasileira para romper a indiferença, com que o alto índice de homicídios de jovens negros é tratado no nosso País.

Continue reading

Inaugurada 2ª Companhia Destacada do 20º Batalhão da PM de Nilópolis

O segundo-secretário da Câmara dos Deputados, deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), usou a tribuna, nesta quarta (5), para registrar que os apelos feitos no plenário por ele sobre a violência na Baixada Fluminense estão dando resultado.

O deputado elogiou a iniciativa do Governador, Luiz Fernando Pezão e do Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame que inauguraram, na última segunda feira (3), a 2ª Companhia Destacada do 20º Batalhão da Polícia Militar em Nilópolis.

Continue reading

Beltrame permanece como Secretário de Segurança do RJ

O Secretário Estadual de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, confirmou que vai permanecer à frente da pasta no próximo mandato do governador reeleito Luiz Fernando Pezão. A notícia foi comemorada na Câmara dos Deputados. O deputado federal Simão Sessim (PP-RJ) disse que a decisão do secretário já era esperada. “Foi o “Dia do Fico”, uma notícia das mais memoráveis para um momento tão delicado por que passa o Rio de Janeiro diante do recrudescimento da criminalidade, sobretudo em áreas de conflitos já pacificadas”, comentou o deputado.

Continue reading

Baixada Fluminense receberá 100% de água tratada com sistema Guandu 2

O segundo-secretário da Câmara dos Deputados, deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), fez um pronunciamento no plenário, nesta terça-feira (4), destacando o anúncio do governador reeleito do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, sobre o início das obras para construção do Sistema Guandu 2, para saneamento da Baixada Fluminense.

Segundo o governador Luiz Pezão, as obras devem começar ainda este ano e, informou ainda que já fez a licitação para compra dos tubos necessários ao início das obras de duplicação do Sistema Guandu, por meio do qual espera levar água tratada da Cedae para 100% da Baixada Fluminense.

A construção do Sistema Guandu 2 vai solucionar de vez por todas, em no máximo dois anos, o problema crucial da falta d’água na Baixada Fluminense, região que me delegou sua representatividade, nesta Casa do povo, pela décima vez consecutiva”, disse Sessim.

Simão Sessim disse, ainda, que o projeto vai beneficiar mais de 3 milhões de pessoas e elogiou as primeiras medidas anunciadas pelo governador depois de reeleito.

Como podemos observar, o governador Luiz Fernando Pezão, em favor de quem dedicamos o nosso apoio, nessas eleições, já começa a alinhavar o cumprimento de seus compromissos de campanha”, comentou o parlamentar.

É isto que o povo em geral espera: dedicação, muito trabalho, respeito e dignidade, em prol do crescimento e do desenvolvimento do Rio de Janeiro”, concluiu Simão Sessim.

Estiagem do Rio Paraíba do Sul compromete abastecimento de água

O segundo-secretário da mesa diretora da mesa diretora da Câmara, deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), alertou as autoridades do Rio de Janeiro e do Governo Federal para medidas emergenciais para evitar que a estiagem que castiga a bacia do Rio Paraíba do Sul não prejudique a população do Rio de Janeiro.

Não podemos esquecer, que a Bacia do Rio Paraíba é responsável, direto, pelo abastecimento de 14 milhões de pessoas. Só para termos uma pequena ideia do problema, a estiagem já deixou a Represa do Funil, no município de Itatiaia, no Sul Fluminense, operando apenas com 10% de sua capacidade de geração de energia, ou seja, o segundo pior índice desde que entrou em operação, em 1969”, disse.

O Ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, convocou uma audiência de mediação sobre a transposição do Rio Paraíba do Sul, para o dia 20 de novembro.

O objetivo é evitar que os estados de São Paulo, Minas Gerais e o próprio Rio de Janeiro, concedam autorização para a captação da água sem que estudos técnicos para avaliação dos impactos ambientais. “Todo mundo sabe que a captação da água do Paraíba do Sul é cogitada pelo Governo de São Paulo para prover o Sistema Cantareira, que abastece a Região Metropolitana da capital paulista, e isso seria desastroso para a população do Rio de Janeiro, que poderia ficar sem água”, alertou Simão Sessim.

“O problema, repito, é gravíssimo, exige, portanto, intervenção urgente dos governos municipais, estadual e federal. Não podemos, jamais, em tempo algum, esquecer que água é fonte da vida” finalizou o parlamentar.

Simão Sessim parabeniza Presidenta Dilma e governador Pezão pela vitória nas urnas

Uma brilhante vitória nas urnas no dia 26 de outubro, na mais histórica das eleições de todos os tempos, jamais realizada neste País“. Com estas palavras o segundo-secretário da Câmara dos Deputados, deputado federal Simão Sessim (PP-RJ), iniciou o discurso no plenário nesta terça-feira (28), para homenagear a presidente Dilma Rousseff e Luiz Fernando Pezão.

Prevaleceu segundo Simão Sessim, a vontade da maioria do eleitorado, que referendou, mais uma vez a presidente da República e o governador do Rio de Janeiro, para darem continuidade aos seus projetos de governo.

O deputado também destacou a importância do papel do candidato do PSDB, Aécio Neves no processo eleitoral. “Considero o Senador Aécio Neves também um grande vitorioso. Até porque, como acredita a Presidenta Dilma Rousseff, as eleições deste ano não dividiram o Brasil ao meio; elas mobilizaram, sim, ideias e emoções, por certo, às vezes contraditórias, mas unidas por sentimentos comuns, qual seja, a busca por um futuro melhor para o País, para a Nação, para todos nós brasileiros e brasileiras“, disse.

Simão Sessim lembrou que a eleição presidencial foi à disputa mais acirrada e apertada da história do Brasil. A diferença entre Dilma Rousseff e Aécio foi de pouco mais de 3,4 milhões de votos e isso segundo o parlamentar deixa uma mensagem para o país. “O povo brasileiro clama, de verdade, por mudanças fundamentais que precisam ser implementadas de forma a levar o Brasil rumo ao desenvolvimento e proporcionar, repito, vida digna ao seu povo“.

Sobre a eleição de Luiz Fernando Pezão e Francisco Dornelles no Rio de Janeiro, Simão Sessim afirmou que prevaleceu a simplicidade, a tolerância e a obstinação pelo trabalho dados como garantia pelos dois para o próximo mandato. “Eu diria que, com senso de justiça, o povo fluminense deu uma verdadeira demonstração de carinho, de apreço e gratidão à grandeza da generosidade de Luiz Pezão, homem empreendedor que tem se comportado como a grande esperança diante dos anseios de quem sempre sonhou com um mundo mais igualitário, por isso mesmo mais justo e humano“.

Simão Sessim, que foi reeleito para o décimo mandato seguidos na Câmara dos Deputados finalizou o discurso afirmando que a vitória de Dilma Rousseff e de Luiz Pezão é a demonstração de satisfação e confiança do povo brasileiro e fluminense em relação ao futuro do Rio de Janeiro e do país.

Simão Sessim homenageia professores no plenário da Câmara

Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina“. O deputado Simão Sessim citou uma frase da poetisa e contista brasileira, Cora Coralina para iniciar o discurso de homenagem ao dia do professor. O segundo-secretário da Câmara dos Deputados disse que é preciso aproveitar esta data para uma reflexão profunda sobre o tratamento que a sociedade brasileira e, principalmente, os governantes dão aos nossos professores. “Falo porque conheço de perto essa realidade. Como professor, aprendi a conviver com mentes inteligentíssimas, pessoas comprometidas, que amam o que fazem, mas que não recebem a contrapartida salarial por tanto esforço“, disse Sessim.

O deputado afirmou que em 2013, apresentou o Projeto de Lei que regulamenta o Fundo de Educação Básica e Valorização dos Profissionais de Educação – FUNDEB para instituir, por sistemas de metas, programa de incentivo aos professores visando à melhoria da qualidade de ensino e a valorização do piso salarial do magistério.

Sessim teve participação ativa no primeiro semestre deste ano, dos trabalhos que culminaram com a aprovação pelo Congresso Nacional do Plano Nacional de Educação (PNE).

Vi e ouvi bastante esperançoso a Presidenta Dilma Rousseff anunciar, por esses dias, durante a campanha eleitoral, que consta do seu novo plano de Governo a valorização do professor, com melhores salários e formação. Ela mesma tem reiterado, em eventos e entrevistas, que a melhoria da qualidade da educação no país passa necessariamente pela valorização dos professores“, relatou.

O parlamentar lembrou que a missão do professor exige abnegação, tarefa que é feito com o coração. “Ser professor é ter também a capacidade de sair de cena, sem abandonar o espetáculo. São nossos mestres, nossos professores, nossos educadores, os responsáveis por transformar as informações em conhecimento e em consciência crítica para formar cidadãos sensíveis, que almeje um mundo mais justo, produtivo e saudável para todos os brasileiros“.

Simão Sessim finalizou a homenagem afirmando que cabe ao professor, a missão de ensinar a paz, a esperança e a solidariedade em defesa do saber e da consolidação de uma sociedade mais justa e menos desigual.

Simão Sessim preside sessão solene em homenagem aos professores

A Câmara dos Deputados realizou, nesta quarta-feira (15), sessão solene para homenagear o Dia do Professor. Os deputados destacaram a importância dos professores e pediram mais respeito e valorização a categoria.

O deputado Simão Sessim (PP-RJ), segundo-secretário da mesa diretora, presidiu a sessão solene e, em nome da mesa diretora, destacou a necessidade de mudanças na educação do país. “É fato largamente conhecido que um dos principais entraves ao desenvolvimento do Brasil é a precariedade do nosso ensino, realidade que em grande parte resulta do descaso histórico a que os professores têm sido relegados. Tal realidade precisa mudar com urgência, pois sem remuneração compatível com a sua importância, sem motivação e com baixa autoestima nossos professores jamais conseguirão reverter o quadro dramático da educação pública nacional”, declarou.

O parlamentar disse que o professor é o principal ator do movimento pela melhoria da qualidade do nosso ensino, por isso precisa ser valorizado. “Educar bem, preparar o cidadão para pensar e interpretar a realidade, refletir e posicionar-se criticamente em relação ao mundo, é tarefa difícil e complexa, e precisamos criar mecanismos capazes de atrair para o magistério os nossos melhores quadros”.

O segundo-secretário da Câmara ressaltou que os legisladores sabem que não basta aprovar boas leis. É preciso criar um ambiente institucional favorável a que as normas legais saiam efetivamente do papel. “Hoje, quando nos reunimos para celebrar o Dia do Professor, quero reiterar o compromisso da Câmara dos Deputados em assegurar melhores condições de trabalho a todos os nossos mestres. Afinal, sem educação não há cidadania, não há competitividade, não há a certeza de um futuro melhor para a Nação”, concluiu Simão Sessim.

Simão Sessim agradece aos eleitores pelo décimo mandato

O deputado federal Simão Sessim (PP-RJ) fez, nesta terça-feira (14), o primeiro discurso no plenário da Câmara dos Deputados depois da eleição de 5 de outubro. O segundo-secretário da mesa diretora fez um agradecimento aos eleitores que proporcionaram à ele o décimo mandato de deputado. “Eu não poderia deixar de manifestar de público, neste momento tão importante de minha vida, não só a minha grande emoção pela vitória conquistada nas urnas, como também dedicar, do fundo meu frágil coração, todo o meu sincero e eterno agradecimento ao eleitorado do Estado do Rio de Janeiro, em especial da minha querida e amada cidade de Nilópolis“.

Simão Sessim agradeceu, também, à sua família que não mediu esforços para consolidar a candidatura e a vitória nas urnas, sobre tudo, garantir a continuidade do trabalho em defesa de Nilópolis. “Tivemos votos em 88 dos 92 Municípios, o equivalente a mais de 80% dos colégios eleitorais de todo o Estado do Rio de Janeiro. Somente em Nilópolis conquistamos 32,48% dos votos válidos“, disse o deputado reeleito.

Sessim disse que ainda está muito emocionado com a aprovação nas urnas e com tantas manifestações de apoio e de carinho que recebeu. “É uma sensação, eu diria, indescritível, inimaginável, longe mesmo de todos os devaneios que eu possa ter alimentado ao longo da minha existência“.

O deputado destacou que todos saíram vitoriosos da eleição e dedicou a vitória ao povo de Nilópolis, da Baixada Fluminense e de todo o Estado do Rio de Janeiro.

O parlamentar falou que o resultado da eleição garante pela décima vez consecutiva o seu mandato. “A aprovação do nosso trabalho parlamentar aqui no Congresso Nacional é uma demonstração inequívoca de que estamos, ao longo de quase quatro décadas, no caminho certo, pavimentando uma longa estrada de sonhos e de esperança de um futuro promissor para todos aqueles que acreditam que só a verdade constrói“.

Câmara discute educação no sistema prisional brasileiro

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados promoveu, na última terça-feira (29), seminário para discutir as ações educacionais adotadas nas prisões brasileiras.

O deputado Simão Sessim (PP-RJ), segundo-secretário da Câmara, foi bem direto no discurso de abertura do seminário para resumir o conceito da população sobre os presídios do Brasil: “Popularmente se diz que as nossas prisões são universidades do crime. Se há exagero na expressão, e acredito que tenha, não posso deixar de reconhecer que ela representa o sentimento do cidadão comum”, falou o deputado.

Segundo dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), em outubro de 2012, apenas 54.779 presos frequentavam a sala de aula nas instituições penais e destes, somente 2,6 mil faziam algum tipo de curso técnico.

O grande problema é a falta de estrutura. Um levantamento do Ministério da Justiça apontou que das 1.410 prisões do país, 565, o equivalente a 40% do total, não têm sala de aula, mesmo após a aprovação da lei 12.245/2010, que obriga todas as unidades penais a oferecer educação básica e profissionalizante a seus internos.

O deputado Sessim disse que o desafio é grande, e que a solução tem que partir de uma ação coletiva: “A pena vem sendo reconhecida como um mal necessário; um instrumento ao qual recorre o Estado para tornar a vida em sociedade possível. Esse mal necessário, a prisão, contudo, não deveria estar associado a termos como: marginalização, dessocialização, exclusão ou qualquer outro que simbolize a falência do nosso sistema”, avaliou.

Simão Sessim acrescentou que a falta de infraestrutura e de educação nos presídios provocam cenas de barbárie como aconteceu recentemente em Pedrinhas no Maranhão.
O complexo prisional de Pedrinhas tem hoje 2.236 presos, mas a capacidade é de 1.770 vagas, de acordo com dados atualizados do governo do Maranhão. A situação deplorável de Pedrinhas foi desvelada ao longo do ano passado. Um relatório do CNJ denunciou a morte de ao menos 60 presos no complexo só no ano passado.

Para o parlamentar, o caminho para solucionar o problema passa pela educação: “E se há mais de um caminho – e há, estou convencido -, a educação sem dúvida, em suas múltiplas dimensões, é o que melhor se harmoniza com os objetivos de reintegrar e ressocializar”.

A iniciativa do debate na Comissão de Educação foi do deputado Glauber Braga (PSB-RJ). O encontro contou com a presença de representantes dos ministérios da Educação e da Justiça; e dos governos de Pernambuco, Rio de Janeiro, Maranhão, Mato Grosso e Distrito Federal.