Homenagem ao amigo Léo Simões

O deputado Simão Sessim chegou a Brasília para exercer o primeiro mandato de deputado federal, em 1979. Lá, encontrou entre os seus colegas de bancada, mas não de partido, o deputado federal Léo Simões. Os dois construíram uma sólida amizade que durou até o dia 24 de maio deste ano, dia em que Léo Simões faleceu.

Simão Sessim compareceu à tribuna para prestar a sua homenagem ao velho amigo. Léo Simões foi deputado federal até 1987. Depois, exerceu como último cargo público, a função de Secretário Estadual de Esportes e Lazer do Estado do Rio de Janeiro.

Simão Sessim aproveitou o ensejo para também homenagear outro colega falecido quando no mesmo momento, o ex-deputado Abdias do Nascimento.

Em seguida, o pronunciamento do deputado Simão Sessim:

CÂMARA DOS DEPUTADOS – DETAQ
Sessão: 125.1.54.O
Hora: 11:30
Fase: BC
Orador: SIMÃO SESSIM, PP-RJ
Data: 25/05/2011

O SR. SIMÃO SESSIM (PP-RJ) – Sr. Presidente, durante a noite de ontem, já iniciando o dia de hoje, faleceu o ex-Deputado Léo Simões, meu amigo, amigo de Arolde de Oliveira, amigo de V.Exa, amigo de Henrique Eduardo Alves, amigo de Miro Teixeira, amigo de Cunha Bueno – que está aqui conosco -, amigo de Jutahy e de tanta gente boa que está nesta Casa e que conviveu com ele.
Por isso, Sr. Presidente, digo que ele foi um dos mais brilhantes e humanos políticos do Estado do Rio de Janeiro, homem de elevada envergadura moral e belo currículo.

Nesta Casa, Léo Simões sempre mereceu o respeito de todos os colegas, de todas as lideranças políticas nacionais. Homem de posição política firme, íntegro na condução das missões que recebeu de seus eleitores e dedicado defensor dos direitos sociais.

Léo começou a sua vida política bem cedo, na qualidade de Assessor Técnico e Secretário-Geral da Presidência do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Marítimos. Depois, foi Assessor Sindical da Companhia Nacional de Navegação Costeira, Oficial de Gabinete do Ministro da Viação e Obras Públicas e Secretário de Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Na Câmara, participou de diversas Comissões Temáticas e, em especial, exerceu a função de 4º Secretário da Mesa, ocasião em que ofereceu aos funcionários da Casa oportunidades inéditas de aquisição de residência própria nos convênios que assinou com a Caixa Econômica Federal.

Perdemos um amigo, um grande amigo. Neste momento, peço que Deus conforte e console o coração da sua querida esposa, Devanisa, e dos seus filhos, Túlio, Teresa e Tatiana, bem como dos seus genros, netos e de todos que constituem a sua família. Peço conforto ao coração de todos eles.

Léo Simões deixa por aqui grandes saudades e um exemplo de vida digna, tanto nas suas atividades públicas como nas suas atividades privadas. Uma vida que podemos indicar aos nossos filhos e netos como exemplo a ser copiado.

Também quero registrar o falecimento, ontem, do ex-Deputado Abdias do Nascimento. Foi companheiro de todos nós, nesta mesma Casa, e também no Congresso Nacional, na condição de Senador da República.

Abdias foi um grande intelectual, de relevante importância para a reflexão e sobre a questão do negro na sociedade brasileira.

O SR. PRESIDENTE (Onofre Santo Agostini) – Fica o registro.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, durante a noite de ontem, iniciando o dia de hoje, faleceu o ex-Deputado Léo Simões, meu amigo, um dos mais brilhantes e humanos políticos do Estado do Rio de Janeiro, homem de elevada envergadura moral e belo currículo.

Nesta casa, Léo sempre mereceu o respeito de todos os colegas e de todas as lideranças políticas nacionais. Homem de posição política firme, íntegro na condução das missões que recebeu de seus eleitores e dedicado defensor dos direitos sociais.

Léo começou a sua vida política bem cedo, na qualidade de assessor técnico e Secretário-Geral da Presidência do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Marítimos, depois, Assessor Sindical da Companhia Nacional de Navegação Costeira, Oficial de Gabinete do Ministro da Viação e Obras Públicas, Secretário de Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Na Câmara, participou de diversas Comissões Temáticas e, em especial, exerceu a função de 4º Secretário da Mesa, ocasião em que ofereceu aos funcionários da Casa oportunidades inéditas de aquisição de residência própria nos convênios que assinou com a Caixa Econômica Federal.

Perdi um amigo; um grande amigo. Neste momento, peço que Deus conforte o coração de seus familiares e os nossos corações.
Léo Simões deixa por aqui grandes saudades e um exemplo de vida digna tanto em suas atividades públicas como privadas. Uma vida que podemos indicar aos nossos filhos e netos como um exemplo a ser copiado.

Passo a abordar outro assunto, Sr. Presidente.

É com muito pesar que presto minhas homenagens da tribuna desta Casa do Povo ao grande cidadão Abdias do Nascimento, sem dúvida alguma, um dos maiores defensores da cultura e igualdade para as populações afrodescentes no Brasil.

Infelizmente, para tristeza da Nação brasileira, ele nos deixou, faleceu no Hospital dos Servidores, no Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira, aos 97 anos.

Companheiro de todos nós nesta mesma Casa e também no Congresso Nacional, como Senador da República, Abdias foi um grande intelectual de relevante importância para a reflexão e atividade sobre a questão do negro na sociedade brasileira.

Abdias teve uma longa trajetória de vida, como integralista, poeta, escritor, jornalista, ator e escultor. Foi ainda Professor Benemérito da Universidade de Nova York. Como bem disse a Presidente Dilma Rousseff, a atuação incansável de Abdias Nascimento contribuiu para a definição de importantes marcos institucionais na luta contra o racismo no Brasil e para a consolidação de políticas públicas voltadas para a promoção da igualdade.
Aos familiares de Abdias do Nascimento, o meu voto de pesar, certo de que ele vai continuar sua luta, de onde estiver, em defesa de um Brasil mais igualitário, por isso mesmo mais humano e justo para todos.
Descanse em Paz

Muito obrigado, Sr. Presidente!

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: