Fecombustíveis – Fator de sucesso

A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes completou 50 anos com uma história de sucesso que Morgana Campos, editora da Revista Combustíveis & Conveniência, sintetiza numa frase: “Completar meio século de existência já é uma tarefa difícil para qualquer instituição, imagine então cumprir essa missão no Brasil e chegar aos 50 anos, mais forte e atuante”.
_____

Sabendo-se que a estabilidade política e econômica e a solidez da moeda nacional são fatores de vida recente, quem no ambiente da economia brasileira, sobreviveu à epopéia dos planos econômicos e dos malabarismos políticos dos tempos piores, comprovou competência, determinação e, sobretudo, capacidade de sobrevivência e responsabilidade com os bons propósitos.

É o caso da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes, Fecombustíveis, que, no dia 20 de julho, em meio ao recesso parlamentar, comemorou 50 anos de existência.

Fundada em 1960 em conjunto com o Sindicato do Município do Rio de Janeiro por Benedito Alberto Cavalcanti Brotherhood, a Fecombustíveis surgiu com o nome de Federação Nacional do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais e Garagens, numa pequena sala localizada num dos edifícios da Rua 13 de maio, no Centro do Rio de Janeiro, para ter uma trajetória de absoluto sucesso.

Hoje, a Federação reúne a Fergás e 34 sindicatos patronais na representação de 38 mil postos de serviços e 36 mil revendedores de GLP espalhados por todo o Brasil, conjunto que responde por um faturamento anual de mais de R$ 200 bilhões, valor equivalente a 6% do Produto Interno Bruto Brasileiro. Só de impostos, o segmento recolhe aos cofres públicos algo em torno de R$ 58 bilhões e patrocina 330 mil empregos diretos e indiretos.

“Completar meio século de existência já é uma tarefa difícil para qualquer instituição, imagine então cumprir essa missão no Brasil e chegar aos 50 anos, mais forte e atuante”. A frase é de Morgana Campos, uma das editoras da revista Combustíveis & Conveniência e está presente na edição do informativo que sintetiza o relatório de atividades do Jubileu de Ouro.

Ora, se o sucesso crescente da Fecombustíveis é fato comprovado, é de se imaginar que ele tenha motivos concretos, bases históricas e reais. Ele, claramente não é produto de uma mágica ou de um estalar de dedos. É, com certeza, fruto de muito trabalho, empenho e, principalmente, da capacidade de liderança de seus gestores. Neste quadro, destaco o empresário Gil Siuffo.

Por mais que eu seja seu amigo, não consigo pecar pelo exagero. Ele é um dos melhores líderes empresariais com sensibilidade política e espírito democrático que temos no Brasil. Na qualidade de Presidente da Fecombustíveis, Siuffo liderou o segmento e gerenciou a organização durante 23 anos, no curso do período mais crítico das transformações econômicas e políticas pelas quais passou o Brasil nos últimos 50 anos.

Em maio, Gil Siuffo foi substituído na Presidência da Fecombustíveis pelo empresário, advogado pós-graduado em Direito Comercial, mineiro de Caratinga, Dr. Paulo Miranda Soares, que tem qualidades profissionais por demais testadas no setor privado e capacidade de liderança reconhecida pelo trabalho que realiza em conjunto com o Gil Siuffo há bastante tempo.

Quero, portanto, de público, cumprimentar a equipe da Fecombustíveis pelo Jubileu de Ouro e, de modo especial, o meu amigo Gil Siuffo e o Dr. Paulo Miranda Soares, pela qualidade dos seus desempenhos.

Comentário

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: